Todo mundo pode

Posts Tagged ‘maquiagem

Oi, amigues do coração! Bora ganhar dicas de make? A Renner está promovendo este mês cursos de maquiagem, com profissionais da Elke, Tracta, Payot, Maybelline, Revlon, L’oréal, Marwinks, Bourjois e Lancôme. Para participar, basta fazer os seguintes valores mínimos de compras dos produtos das marcas:

Payot – Tracta – Elke – Maybelline – R$ 30

Revlon – L’oréal – Marwinks – Bourjois – R$ 50

Lancôme – R$ 80

No site da Renner tem as datas e locais de todo o país. Aqui em Recife, os cursos serão entre os dias 17 e 25 de setembro, e só da Elke e da Tracta (as baratinhas, ainda bem!). Olha as datas, horários e locais abaixo:

17/09 – Rua da Imperatriz – 14h às 17h – Elke – Romero

18/09 – Shopping Recife – 14h às 17h – Elke – Romero

23/09 – Rua da Imperatriz – 15h às 17h – Tracta

24/09 – Shopping Guararapes – 15h às 17h – Tracta

25/09 – Shopping Recife – 15h às 17h – Tracta

Estou pensando em fazer o da Elke na Imperatriz, já que é uma hora a mais do que o da Tracta e com esse valor dá para comprar mais produtos. Se eu for, conto tudo aqui, ok? Quem for também não se esqueça de dar um oi para Alice (que sempre acompanha a mamãe) e para mim!

Anúncios

Olá, amigues! Hoje vou falar sobre um produtinho que já tenho há um tempo, mas por falta de tempo/preguiça/esquecimento nunca falei sobre ele aqui: o corretivo em bastão da Vult. Custou R$ 7 na Drogaria Big Ben de Olinda, mas como comprei no primeiro semestre, não sei se o preço mudou.

Swatchinho - o corretivo sem espalhar

O meu é a cor 2 – sou super branca, mas fica bom em mim. A cobertura dele é bem razoável. Fica mais natural do que a do Intense, do Boticário, só que cobre um pouco menos. Fica melhor quando aplicado com pincel (uso o de base/corretivo da Prada). O cheiro não é nenhuma maravilha, mas não é nada que dê para matar, não. Como diz meu marido, lembra cheiro de lápis de madeira. Para quem tá pobrinha e/ou não gosta/não precisa de corretivo muito forte, é uma boa pedida!

P.S.: Não rolou foto dele nas olheiras porque, não sei devido a qual milagre, minhas olheiras resolveram não aparecer em fotos hoje!

Oi, amigues! Demorei, mas postei =)  Nem acredito que vocês não foram ao mutirão de maquiagem do Senac na última quinta-feira… foi tudo de bom!

Mulherada aproveitando o make 0800!

Além de sair de lá arrasando, aprendi um monte de coisa legal! A maquiadora super fofa Priscila, que pintou o meu rostinho, contou que antes de passar o make é bom limpar o rosto com água deionizada, ou seja, sem sais minerais, nem nada. Disse que é melhor para a pele.

Eu antes...

... durante ...

... e depois! Saí com cara de mamona na foto, mas amei a maquiágy!

Detalhe do olho (ao vivo tava mais bonito, na foto parece borrado, nhé)

Detalhe do abuso de Alice enquanto esperava a mamãe =P

Além disso, ela contou que pincel de base bom é o sintético, porque o natural absorve o produto e acaba se estragando. Quanto às marcas de produtos que ela e os outros maquiadores de lá usam, nada do outro mundo: Boticário, Avon, Natura, Catherine Hill, Payot, Vult, Tracta … tudo fácil de achar e barato. Segundo Priscila, o importante mesmo é saber aplicar, independente de marca ou tipo.

Alguns dos materiais das maquiadoras

E quem me contou tudo e mais um pouco sobre o assunto foi o top maquiador (e ator e professor do curso de Maquiagem do Senac) Jô Ribeiro. Gravei um vídeo muito legal com ele (ignorem minha voz de travesti com língua inchada, pelo amor de Deus!), tirando dúvidas sobre tendências, o que é mais importante ter, os erros mais comuns que as mulheres cometem e muito mais.

Preciso comentar que o que mais me surpreendeu foi Jô afirmar que faz mal passar lápis de olho na linha d’água, porque pode causar problema no canal lacrimal! Meninas, estamos fazendo tudo errado! Como assim, meu povo? Asssitam ao vídeo aí e também aprendam um monte!

P.S.: Os produtos que a Priscila usou no make que fez em mim:

  • Base 01, da Catherine Hill;
  • Pó translúcido 01, da Catherine Hill;
  • Pó fixador matificante, da Catherine Hill;
  • Sombras da palette da Catherine Hill;
  • Soft Blushes Pétala de Rosa e Rosa Diurno do Boticário;
  • Máscara para Cílios Volume do Boticário;
  • Lápis preto da Linha Capricho Cores, do Boticário;
  • Batom da palette da Catherine Hill

Inhaê, bunitas e bunitos (inovei na saudação, óia!)! Plantão Todo Mundo Pode informa: hoje, das 18h30 às 21h30, vai rolar um mutirão de maquiagem. E ao lado da minha casa, eba! Vai ser em frente à lanchonete-escola do Senac, que fica na Avenida Visconde de Suassuna, em Santo Amaro. É que os alunos do curso de maquiagem do Centro de Moda e Beleza vão fazer um mutirão oferecendo maquiagem de graça. Tudo acompanhado pelo instrutor do curso. Vamos nos jogar? Estarei lá, se me encontrar fale comigo, hein? Até mais tarde!

Oi, amigues! Sei que não deve ser exatamente uma novidade, mas só descobri hoje o portal da Natura sobre maquiagem, o www.adoromaquiagem.com.br. Tem novidades e tendências, o que as blogueiras andam postando sobre os produtos da marca, fórum para perguntas e respostas, entre outras coisas.

O que eu mais gostei foi o blog do maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, que dá dicas de como acertar o tom da base e de quando inverter a ordem da aplicação da maquiagem (a tradicional base-corretivo-pó-o resto). Tem também um programa de maquiagem virtual, onde é possível selecionar uma das fotos da galeria de modelos ou fazer um upload de sua própria foto e testar diversos produtos, combinações de cores e looks. Muito legal o site, vale a visita!

Olá, fofurinhas! Como já contei para vocês, nunca tive pincéis de maquiagem – não que prestassem, sabe? Só usava os que vinha na própria maquiagem mesmo e tal. O que fosse líquido eu passava com a mão e por aí vai. Pois não sei como sobrevivi 24 anos sem usar os benditos pincéis. Faz muita, mas MUITA diferença!!!

Olha os pincéis aí: o de base/corretivo (Prada), o de blush/pó (Ruby Rose) e o de pó (Prada)

Usei minhas novas aquisições – o pincel de pó/blush HB 055 da Ruby Rose (R$ 19,90), e os pincéis de pó e de base/corretivo da Prada (R$ 7,14 cada) – no último sábado e me surpreendi. Para vocês terem uma ideia, achava que a minha base (a Aquarela, da Natura, cor 10) era bem uozinha, não cobria nada.

Até passar a abençoada com pincel. Os céus se abriram e um milagre aconteceu: ela se tornou a oitava maravilha! Deixou minha pele de porcelana, mas sem aparência rebocada. E disfarçou bem minhas manchinhas de gravidez.

O pincel em si é uma belezura: é macio, não solta pelos, não tem cheiro ruim e, como já deu para perceber, funciona que é uma maravilha. O de pó, idem. Aplicar pó com pincel específico deixa a pele matificada sem o ar de reboco que a esponjinha normalmente dá. Puro glamour e riqueza!

Já o pincel de blush/pó da Ruby Rose não tem exatamente o aroma das rosas (mas não feeede de ofender o nariz, não), e é um pouco mais duro – e olha que foi mais que o dobro do preço dos outros! Eu o usei para aplicar blush, e apesar desses pesares, ele é bom, deixou o blush bem espalhadinho, com um ar mais natural.

Depois dessa experiência, acho que vou virar a louca do pincel! Quero todos para todas as finalidades!!! Quem souber mais marcas legais, dá a dica aí nos comentários, beleza?

P.S.: Não vou postar fotos dos resultados do uso dos pincéis porque estou com o rosto mega inchado por causa da gravidez, aí ninguém merece me ver parecendo o Quico =P

Olá, meninas! Resolvi compartilhar com vocês uma experiência sofrida, mas compensadora: a de usar aparelho ortodôntico.

Meus sorriso não era horroroso de assustar, nem eu tinha nenhum problema gravíssimo. No entanto, meus dentes superiores eram um pouco para frente (o que se chama aqui em Recife de “cangula”) e os meus inferiores  pareciam uma sanfona, mas não apareciam quando eu sorria. Nada que atrapalhasse demais a vida, enfim.

Sorriso antes dos ferrinhos: até que enganava bem :P

Antes do ferrinhos: até que enganava bem 😛

Mas como excesso de conformismo é muito feio, e é sempre bom melhorar, resolvi usar o danado do aparelho. Como eu já tinha arrancado os sisos (ou seja, o juízo já tinha ido embora, hehehehe), foi mais rápido. No final de julho de 2008, aderi ao sorriso metálico. A primeira semana foi simplesmente terríííííível!! Como aquele troço doía e machucava, Senhor! A sensação era de que estavam puxando meus dente para trás. Passei uma semana sem consegui mastigar, só comendo comidinhas pastosas . Além disso, os ferros cortavam a minha boca, e fiquei falando como quem está com um ovo na boca 😛

Já de aparelho, mostrando a realidade da minha tronxura dentária 😛

Para quem quer emagrecer, funciona: você não consegue se alimentar direito no dia seguinte às manutenções (por causa da dor) e metade do que você come vai parar nos ferros. Se isso pode ser considerada uma vantagem de beleza do aparelho, é a única. Sua boca muito estranha! Não me achava feia, até ganhei um ar mais “menininha”, mas usar um batonzinho mais forte, nem pensar. Um monte de metal nos dentes já chama atenção demais! Só gloss e batons clarinhos – o Pink Diamond, da Lancôme, e o Rosa Queimado, da Avon, viraram meus melhores amigos. Pior que, como meus olhos são muito pequenos, nem rolava muito usar uma mega sombra escura para contrastar, mas me acostumei a usar um make mais fresh.

Com o meu amado Pink Diamond - desculpem a cara oleosa, sol de Recife derrete qualquer um!

Maquiagem com olhos um pouco mais fortes - feita por uma maquiadora do Boticário para uma matéria da Folha de Pernambuco (modela por um dia, ui!)

Apesar de gostar do ar teen que o aparelho me dava, devo dizer que na hora de trocar as borrachinhas tentava ser o mais sóbria possível: só usava cinza, branco, rosinha claro e por aí vai. Afinal, uma pessoa com 23 anos, trabalhando e com um arco-íris na dentadura é péssimo! Uma vez coloquei verde-cheguei e odieeeei, não via a hora do mês acabar! Só quando foi a última manutenção que decidi avacalhar e coloquei rosa marca-texto, mas nem ficou tão berrante assim.

Quanto aos cuidados, nunca tive nenhum em especial. Usei escova de dentes normal, mesmo. Só usar fio dental que exigia uma baita de uma ginástica. Mascar chiclete também exige um certo malabarismo, mas é possível, sim (que minha dentista não leia esse blog :P). E não tem jeito: você pega o vício horroroso de ficar passando a língua nos dentes para ver se não tem comida enganchada. É horrível, eu sei, mas a pessoa fica paranóica!

No finalzinho de dezembro, veio a libertação: após um ano e meio, tirei o bendito do aparelho! Na hora, fiquei achando meus dentes gigantes, porque você acaba acostumando a vê-los parcialmente cobertos pelos ferros e tal. Mas é maravilhosa a sensação de passar a língua pelos dentes lisinhos e alinhados!!! No fim das contas, super valeu a pena o esforço, porque o resultado é mesmo compensador. Ainda estou usando aparelho móvel (geralmente antes de dormir, mas tem dia que esqueço e nem uso :P) nos dentes superiores e uma contenção (que é colada por trás dos dentes – não, não incomoda nem você sente nada) nos inferiores.

E logicamente, me vinguei em termos de maquiagem: usei batom cheguei na primeira oportunidade!

Já liberta e com batom rosão 😀

Infelizmente não uso batom escuro sempre, embora goste. Não tenho muita intenção de deixar meu noivo parecido com o Bozo 😛 Falando no meu noivo (sempre falo dele, né? É o amor <3), essa história de que o aparelho não atrapalha o beijo não é tãããão verdade assim. Você pode machucar o bofinho sem querer, sim. Só praticando para pegar a manha de não rasgar os beiços do pobre coitado – e praticar beijo, venhamos e convenhamos, não é nenhum sacrifício, né?


Todo mundo pode!

Um blog para mostrar que moda, beleza e feminices estão ao alcance de todas. Por Roberta Meireles

Twitter