Todo mundo pode

Posts Tagged ‘estrias

Olá, menines! Vim compartilhar com vocês um dilema pelo qual estou passando por estes meses: grávida fica mais bonita? Ou embaranga? Em plenos sete meses de gestação, todo dia minha opinião muda sobre o assunto. Meu marido (fofo de morrer que eu amo) e as pessoas amigas dizem que estou mais bonita, mas não sabem apontar a mudança (fora o óbvio barrigão, claro). Deve ser mais por esse poder de dar origem a uma nova vida, essa “aura de encantamento e graça” que a maternidade carrega.

Porque no corpinho as mudanças não são nada bonitas, benhês. Sempre fui bochechuda, mas agora estou com uma mega cara de bolacha Maria, além de uma pequena papada. Ganhei também pés inchados, dores nas costas e um nada gracioso andar de pata choca. Não engordei taaaanto, tipo uns 13kg, mas parece que boa parte dessa nova massa corpórea não pertence à minha doce filhinha, e sim aos meus quadris, que aumentaram 15cm. Eu, que já era popozuda, ganhei uma companhia indesejada: as estrias.

Pelo que venho passando, comecei a achar que nessas horas a genética é mais forte que os cuidados: usava o Mater Skin, esfoliava a pele, tomava uma água empurrada e mesmo assim as malditas listrinhas apareceram aos montes na minha bunda. E minha mãe também as teve na gravidez. Aí sabe o que estou fazendo? Relaxando e deixando para resolver isso quando Alice nascer  – até porque não poderia fazer tratamento nenhum agora, mesmo.

Outra “belezura” que me apareceu foram as melasmas, aka manchas marrons uó no rosto. Já sou predisposta a manchas na pele (tenho sardas), mas meu nariz está virando o do Cartola e meu buço o da Morango. E olha que só saio de casa com protetor solar desde os 16 anos! Mas não teve jeito.

De tudo isso, a lição que fica é: não adianta brigar contra a genética. Não estou dizendo para ninguém deixar de se cuidar na gravidez, hein? Mas não custa reparar na sua mãe para ver se, apesar dos cuidados, alguns desses males podem a acometer. E isso vale não só para gravidez, mas para tudo que pode surgir no seu corpinho: acne, celulite, gordurinhas e por aí vai. Cuide-se sempre, mas com consciência das suas limitações naturais. Não deixo de passar hidratante e protetor solar FPS 30, faço hidroterapia, mas sem noias. Não me deixei de lado, mas a prioridade agora é o bem estar da minha filha, e não minha aparência, né?

Apesar de tudo isso, há as vantagens! É a única fase da sua vida em que, quanto maior a sua barriga, mais todo mundo elogia! O cabelo fica mais bonito e brilhante por causa dos hormônios, é ótimo! Mas a novidade que mais estou gostando (e meu marido também, não vou mentir) são os peitões. Fica tuuuuuudo de bom!!! Dá até uma vibe meio sexy mamma, hauhauhauha… infelizmente eles não vão durar para sempre, mas estou amando ter mais recheio no decote por uns tempos. E  vou curtindo a gravidez, que é uma delícia! A sensação de sou-a-poderosa não tem preço!

Estava eu passeando na bela manhã que foi o último domingo com meu noivo e minha sogra na Casa dos Frios, catando lanchinhos engordativos e felizes, quando no meio das prateleiras surge uma grata surpresa: váááarios produtos da Granado! Sempre ficava arrasada quando via um monte de blogueiras comentando os produtinhos (invejinha mode on), e fiquei super feliz de poder testar também 🙂

Tinha itens das linhas normal, Bebê, Phebo (a única que conhecia ao vivo – afinal, quem nunca usou sabonete Phebo? Meu pai usava horrores!) e até mesmo a Pink! Embora tenha ficado tentada com os cheiros dos hidratantes (e os preço, era menos de R$ 15), quando vi aquela mimosa latinha rosa da Manteiga Emoliente, meus olhinhos cintilaram – quem resiste a uma belezinha rosa, retrô e fofa? Apesar de ter apenas 60g (contra 300 ml dos frascos de hidratante), foi ela que foi comigo para casa (mais uma vez, graças ao meu noivo, que mima a noivinha lisérrima).

A fofurinha custou R$ 19,99 (no site da Granado é R$ 15,25, mas com frete de R$ 17,36 ninguém merece, né?). Barato, não é – tem muito hidratante bom por menos de R$10 por aí, como os da Nivea e da Jonhson & Johnson. Mas acho que vale a pena – não sempre, mas de vez em quando. No meu caso, como sou uma mocinha gestante (estou de quatro meses, com uma barriga de cinco :P), preciso de um creminho potente pra não arrebentar toda de estrias!

E esse é potente, viu? Hidrata muuuuuito!!! Apesar de ser uma manteiga, não é dura nem melequenta. Você sente a pele bem hidratadona e macia. Logicamente, a pele demora mais a absorver, mas nada exagerado. O cheiro é bem bonzinho (o que predomina é manteiga de karité), mas não é forte, ou seja, não compete com o perfume. Espero que ele funcione para a finalidade que preciso, ou seja, prevenção de estrias! Que por enquanto, meu Pear Glacé vai ficar em stand by – mas cinco meses passam rapidinho, né? Para quem não precisa de tanta hidratação, acho que vale para as áreas mais secas, como cotovelos, joelhos e calcanhares – fica tudo lisinho, lisinho…

UPDATE

Meninas, não deu. A Manteiga não segurou as estrias 😦 Já apareceram umas poucas no bumbum. Uma pena, porque eu realmente estava botando fé. Enfim, vou agora começar uma caça por produtos que me façam terminar a gestação sem parecer uma zebra! Vou contando aqui como será, ok?


Todo mundo pode!

Um blog para mostrar que moda, beleza e feminices estão ao alcance de todas. Por Roberta Meireles

Twitter