Todo mundo pode

Posts Tagged ‘cabelo

Amores, que maravilha é saber que por mais que você faça arte no cabelo, sempre tem salvação! E a salvação das salvações eu conheci ontem: a Rishon me enviou uma amostra do creme de hidratação de Óleo de Argan. Testei hoje de manhã, como condicionador, mesmo. Além de cheiroso (não é aquele cheiro que parece que você tacou perfume na cabeça, mas é um cheiro que quem cheira seu cabelo sente e acha bom, tá ligado?), o bicho é muito, mas muito, mas MUUUUITO bom! Tive até que prender a franja, porque meu cabelo ficou mega liso, escorrido mesmo! E brilhando mais que catarro na parede (perdoem a escatologia, mas sempre uso essa expressão =P), além de super macio! Amor em forma de creme de hidratação ❤

Minha amostra =)

A amostra que recebi é de 120g, mas a Rishon vende o pote de 1kg (haja creme, isso dá para a vida toda!) em sua loja virtual por R$ 39,90. Não sei se vende em lojas de cabelo (deve vender), só sei que fica o apelo: Rishon, lancem shampoo e condicionador de óleo de argan também!!! Necessito!

UPDAAAAATE

A Rishon informou pelo Twitter que o creme está à venda em várias lojas especializadas em produtos para cabelo, como Mundo do Cabeleireiro, Dorinha, Lojão do Cabeleireiro. Quem achar conta aqui o preço, please!

Anúncios

Oi, gente! Nem vou mais pedir desculpas por sumir e prometer atualizar mais esse singelo bloguinho, porque estaria mais uma vez me enganando e enganando vocês. Minha vida está bem corrida, apesar de já fazer um tempo ainda estou me adaptando à rotina de mãe/esposa/profissional/dona-de-casa. Em meio a tudo isso, o blog acaba ficando em segundo plano. Mas eu gosto tanto dele (e de vocês, sempre fico louca de alegria com os comentários!) que prefiro atualizar de vez em nunca a tirar do ar.

Outra coisa que tem me feito atualizar menos é a falta de tempo para fotografar (e passar as fotos para o computador) dos produtos que eu testo. Infelizmente, para conseguir manter o Todo Mundo Pode mais ou menos em dia, vou ter que usar mais imagens do Google e contar com a confiança de vocês no que escrevo. Enfim, chega de embromation e vamos ao que interessa, né?

Comprei por esses dias no Hiper Bompreço de Olinda o Creme de Tratamento Pantene Noturno Restauração Profunda. Estava muito a fim de testar um desses produtos de hidratação noturno, porque com essa falta de tempo, só mesmo usando as minhas horas de sono eu consigo hidratar o cabelo! Custou uns R$9 e uns quebradinhos, por dignos 150 ml. Creminho comprado, bora usar, né? E quem disse que a anta aqui conseguia abrir a embalagem? Fiquei apertando, pensando que era igual àquelas embalagens de creme de pentear da Dove, mas nããão!!! É uma válvula que você puxa para cima e depois ela não volta mais pro lugar. Se você apertar para baixo de novo, derrama produto – sim, eu derramei e fiz o maior desmantelo no banheiro. Apanhei, mas abri o bendito!

Frasco aberto, hora de usar. O creme tem uma textura bem levinha, longe de ser oleosa. O cheiro é uma versão um pouco mais forte do que os demais produtos da Pantene – eu curto, mas aí vai do gosto do freguês, né? Testei no meu cabelo, que é liso, e no do meu marido, que é cacheado. Eu estava de cabelo seco, e ele havia acabdo de lavar. No dia seguinte, ambos estávamos satisfeitos: fios macios hidratados sem estarem pingando de óleo. E ainda deixou os cachinhos do meu marido definidos e arrumadinhos, uma graça (se bem que acho meu marido uma graça de qualquer jeito).

Não usei tempo suficiente (na verdade, só duas vezes)  para ver o resultado a longo prazo, mas posso garantir que vale a pena, viu? Efeito Bela Adormecida: cabelos hidratados e cheirosinhos enquanto você dorme, uma beleza!

Meninas, sempre fui uma moça de poucas posses. Não ia ao salão de beleza quase nunca, já que cortava o cabelo com a minha vizinha (que é cabelereira e arrasa) e as unhas sempre fiz em casa, com minha manicure fofa do coração e que nunca tira bifes, Gláucia, ou quando dá muuuuuuuita coragem, eu mesma dava conta do recado. Até em ocasiões especiais, como casamentos e formaturas, eu me virava no make up e no penteado (graças a Deus sou relativamente jeitosa).

Eis que em janeiro, ao acompanhar meu fino e fofo noivo, que só corta o cabelo no Espaço SET (não, ele não é metrossexual :P), caí de amores pelo lugar. Fomos no do Paço Alfândega. O  local não é dos maiores, mas é legal, e tem algo importantíssimo em qualquer empreendimento comercial: um excelente serviço. Todos tratam os clientes bem, respondem tudo o que você pergunta, e ninguém te olha com cara feia ou de nojo. Fora isso, sempre oferecem água, café, chá… mimo é bom e todo mundo gosta, né?

Algumas semanas depois, resolvi gastar parte do meu último salário de estagiária lá, e fui cortar, hidratar e escovar a cabeleira. O “combo cabelo digno” começou com a hidratação, que lá eles chamam de “degustação”, da Kerástase. Tem vários tipo, a minha foi de reconstrução capilar (não lembro o nome do creme :/ ). Quando soube o preço, R$ 80, achei mega salgado. O máximo de dinheiro que já havia gastado com hidratação capilar foi comprando um kit da Capicilin (maravilhoso, por sinal), que foi uns 20 dinheiros. Todavia, devidamente incentivada pelo sempre ao meu lado noivo, resolvi que uma extravaganciazinha na vida não mata ninguém e fui lá.

Não achei que fez aqueeeeeela diferença no cabelo, mas só a forma de aplicação já me ganhou. Fazem uma maravilhosa massagem no seu cucuruto – dá até vontade de dormir! E o tapa-olho geladinho? Momento “sou uma diva” total, hauahuahuah… não queria que acabasse nunca!

Mas infelizmente acabou, e lá fui eu cortar o cabelón. Levei umas fotos de uns cortes que achei legal e conversei com Pedro, o cabelereiro que me atendeu. Decidimos qual seria o melhor e lá foi ele! Durante o processo, chá mate geladinho e muito mimo. O corte não ficou igual ao que mostrei, mas ele fez uma adequação com uma certa “liberdade artística” e acabou ficando bem melhor pra mim. Na hora do escovão, uma mocinha simpática (esqueci o nome, sou péssima pra isso, sorry) se uniu a ele e acabou sendo bem mais rápido.

Quatro mãos arrasam mais no escovão do que duas!

Bem, fim de festa, hora de pagar: deu uns R$ 150. De longe, o maior valor que já gastei com o meu cabelo na vida (que agradeceu ficando bonito :D)! Não é algo que eu pretenda fazer sempre, até porque não corto o cabelo mensalmente, não vivo de escova (meu cabelo já é liso) e tenho preguiça de hidratar, mas pra uma vez a cada, sei lá, seis meses, eu acho que é um investimento válido, sim. Afinal, bem estar não tem preço (e para todas as outras coisas existe Mastercard, hehehe).

E depois do carnaval (na verdade antes, eu que só usufrui depois), um maravilhoso presente: ganhei uma promoção do Garotas Estúpidas e Eu e Meu Cabelo (alô, Camila e Bruna!) no Twitter. O prêmio? Escovão + manicure + pedicure no Espaço SET da Avenida Boa Viagem! O salão é beeeem maior do que o do Paço, e mais bonito também, mas o atendimento é igualmente ótimo. Eles lá já têm vários esmaltes da tão desejada (e impossível de encontrar em Recife) Big Universo. Aproveitei a onda neon e pintei as unhas com o Pink (só as das mãos, nos pés foi o bom e velho Renda, da Risqué, mesmo).

Unhas pintadas com o Pink, da Big Universo. Ele é BEM mais cheguei do que aparece na foto!

Alguns dos esmaltes da Big que tem por lá!

Lá também tem uma variedade incrível de produtos da Schwarzkopf, Kerástase, Alfaparf, Lanza, Senciense e Redken, entre outras marcas top pra cuidados capilares, à venda. Os olhinhos brilharam, mas saí de mão vazias – casamento e filho à vista consomem muito dinheiro, supérfluos desse tipo só depois! A moral da história é que se cuidar em casa é bom e beeeeem mais em conta, mas um salãozinho de vez em quando cai bem, né? Porque você não paga só pelo serviço, mas pelo atendimento, pelo conforto, pelo mimo e pelo prazer de ficar bonita fazendo zero esforço! Espero ir agora pelo menos uma vez a cada três meses (acredite, pra quem ia uma vez a cada dois anos já é muuuuita coisa!!). Toda semana não dá, que estou PHD (por hora desempregada).

Ah, preciso dizer que o esmalte Pink não durou nem uma semana nas minhas unhas, pois descascou quatro dias depois – ele não resistiu às minhas atividades de quase esposa  prendada e do lar, como lavar louça, varrer e passar pano. Acabou sendo trocado pelo Nude, da Colorama, que foi aplicado nas minhas mãos pela minha fofa manicure Gláucia, pela módica quantia de R$ 2 🙂

P.S.: Perdoem as poucas fotos, é que ainda não me acostumei a fotografar tudo pro blog! Mas com o tempo eu pego o jeito 🙂


Todo mundo pode!

Um blog para mostrar que moda, beleza e feminices estão ao alcance de todas. Por Roberta Meireles

Twitter